Circuito das Águas Paulista

Há poucos quilômetros da capital Paulista podemos desfrutar de muita beleza, num roteiro que consegue reunir diversão, aventura e ao mesmo tempo, relaxamento e tranquilidade nas cidades que integram a região conhecida como Circuito das Águas Paulista.

Portal Águas de Lindóia

As cidades de Serra Negra, Amparo, Águas de Lindoia, Holambra e Socorro são cidades da estância Hidromineral do estado de São Paulo que formam o Circuito das Águas.

Quer se aventurar por paisagens deslumbrantes? Venha conhecer o roteiro para aproveitar dias cheios de surpresas!

Para aqueles que residem na grande capital e região podem programar uma viagem de fim de semana para relaxar. No meu caso, já estava de férias em Minas Gerais com a família e separei uns dias com o marido para um tour por algumas cidades que há muitos anos não visitava.

Não percorri todas as cidades da estância hidromineral, Holambra por exemplo visitei em outra época, quando há a exposição das flores – Expoflora – e também deixei de fora neste roteiro Amparo e Jaguariúna. Mas é fácil integra-las neste roteiro se desejar.

Para aproveitar melhor este circuito o ideal é que a viagem seja feita de carro, assim você pode se locomover com mais rapidez e facilidade entre as cidades e garantir o acesso aos parques e atrações mais distantes. Se você reside onde vai precisar de transporte aéreo para chegar até a região os aeroportos que atendem com mais proximidade são os de Viracopos (120 km até Águas de Lindóia, nossa primeira parada), Guarulhos (160 km)  o de Congonhas (190 km). De lá você pode optar pelo aluguel de carro.

Nosso Roteiro

Águas de Lindóia

Nossa primeira parada, usei a cidade de base para ir também a Socorro mas pra quem for fazer o roteiro de fim de semana o ideal  é seguir caminho. A cidade de Águas de Lindóia tem uma das melhores estruturas hoteleiras da região, há opões para todos os gostos e bolsos, desde de hotéis maiores com piscinas de águas termais, atividades de recreação e pensão completa até pousadas mais simples.

Um pouco da Pousada Flores do Campo

Pousada Flores do Campo –  Águas de Lindóia

 

 

 

 

 

 

 

Nesta viagem escolhemos uma pousada familiar super simpática, num lugar mais afastado do centro da cidade, com linda paisagem e muito tranquila (só o barulho dos grilos na hora de dormir). Uma ótima opção para se desligar e relaxar, a Pousada Flores do Campo fica a Rua Francisco Franco, 71, bairro dos Francos. Oferece um delicioso café da manhã e tem uma piscina adequada para a quantidade de hóspedes que tem capacidade. Fica na estrada a caminho de Monte Sião (MG) são poucos minutos (5km) até a cidade das malhas em Minas Gerais, recomendo uma visita se quiser fazer umas compras.

“Lanchinhos” no Guarany Café Gastronomia

Como a pousada oferecia apenas o café da manhã almoçamos no centro da cidade, um local bem agradável que atrai muitos turistas pela comida com jeitinho de caseira, o Café Marrocos. A noite optamos pela pizza da Cantina Famiglia Guarany, este grupo também tem um hotel e um também o Guarany café gastronomia, onde comemos lanches deliciosos na noite seguinte. Estes estabelecimentos ficam na Rua São Paulo, 444 a Pizzaria e, 441 o Café.

Café coado na mesa no Café Marrocos

 

 

 

 

 

 

Ali em frente, é a Praça Ademar de Barros local agradável, arborizado com um lago e fonte ao centro, ideal para passear com as crianças e curtir o sossego de cidades do interior.

Praça Ademar de Barros

Praça Ademar de Barros

 

 

 

 

 

 

Tire uma manhã para relaxar no Balneário Municipal de Águas de Lindóia onde tem piscina, banhos termais e massagem, localizado a Alameda Madame Curie, N° 1. Massagens devem ser agendadas, estas e os banhos funcionam a partir das 7h. Consulte a tabela de serviços e valores no site. As piscinas abrem as 9h e para utilizar o valor é de R$16,00. O espaço do balneário é bem menor que outros já conhecidos como aqueles do Circuito das Águas Mineiras (Caxambu, São Lourenço, Lambari…) ou da minha linda cidade Natal, Poços de Caldas (a qual recomendo uma visita). Mas ainda assim é um bom lugar para relaxar!

Águas de Lindóia vista do morro do Cruzeiro

Se você também é fã de belas vista panorâmicas vá até o Morro do Cruzeiro, onde tem o Cristo Redentor e uma vista de toda a cidade e até algumas cidades vizinhas. No local há estacionamento público para os carros, uma lanchonete e banheiros. Daqui partiu para a cidade vizinha cheia de emoção!

Socorro

Socorro fica a 25km de Águas de Lindóia pela Rodovia Octavio de Oliveira Santos, são 45 minutos, assim se você vai passar apenas o fim de semana na região é muito tranquilo sair de uma cidade no meio do dia e aproveitar uma atração na outra cidade no restante do dia. Nós, como tínhamos mais uns dias, optamos por passar o dia em uma atração em Socorro e retornar ao fim do dia pra nossa pousada em Águas de Lindóia.

Socorro é cortada pelo Rio do Peixe, um rio acidentado com várias corredeiras o que ajudou a cidade a se transformar em um lugar de aventuras e esportes radicais. Fora da cidade, na região rural há muitos recantos oferecendo atividades em contato com a natureza, alguns destes lugares oferecem não só passeios e atividades para um dia como também hospedagem.

Para começar nossa aventura fomos gastar as energias no Kango Jango (Rodovia Socorro Munhoz, Km 5 – Bairro do Brejo). O local oferece passeio a gruta, atividades como rafting, tirolesa, arvorismo e hospedagem. Fomos nos aventurar na tirolesa de 270 metros que atravessa o Rio do Peixe, todos os equipamentos de segurança são oferecidos no local e a equipe instrui como se comportar. Mais informações sobre as atividades e reservar pelo site.

Depois seguimos para o Parque de aventura Monjolinho para almoçar e conhecer, o lugar é muito agradável e oferece também hospedagem, passeios e atividades como Boia Cross (eu adoro), stand-up, rafting, rapel, tirolesa e muito mais. O Monjolinho fica a 1,5 km da primeira parada e na minha opinião a estrutura é melhor e mais organizado. Verifique todas as atividades e serviços no site.

Belezas encontradas no Parque Monjolinho

Restaurante e loja de Souvenir no Parque Monjolinho

Lazer as margens do Rio do Peixe no Parque Monjolinho

 

 

 

 

 

 

 

Curtindo a vista da Cachaçaria Santo Mé

A última parada nos arredores do Rio do Peixe foi a Cachaçaria Santo Mé, bar e local de vendas e degustação de cachaças artesanais, imperdível para aqueles que gostam de uma boa cachaça ou quiser simplesmente apreciar o fim da tarde de um local privilegiado. São só mais 2,2 km seguindo pela  Estrada Rio do Peixe (Km 9 s/n). A Cachaçaria Santo Mé desenvolve cachaças artesanais com infusões de frutas e especiarias. Como uma apreciadora fiquei encantada com a quantidade e qualidade das cachaças, vou deixar uma dica das que mais gostei e trouxe pra casa: café com laranja (perfeita) e morango! Olha aqui o site da cachaçaria se precisar de mais informações.

Cachaças artesanais em infusão

Fim do dia, nós voltamos para Águas de Lindóia para descansar mas como disse anteriormente, se você está passando o fim de semana, fique na cidade de Socorro. Lá há opções de hospedagem também no centro da cidade. E dia seguinte, nossa última parada no Circuito das Águas.

Serra Negra

Últimos momentos e seguimos para Serra Negra. Se você optou por passar a noite em Socorro, faça seu check out e pegue o carro em direção a Serra Negra, são 31 km, uma viagem de aproximadamente 45 minutos. Nós, de Águas de Lindóia, tomamos um delicioso café da manhã, fizemos o check out na Pousada Flores do Campo e pegamos estrada por meia hora, são 20km.

No teleférico, subindo!

Quase chegando ao Pico do Fonseca

 

 

 

 

 

 

 

Serra Negra é um dos destinos mais conhecido e visitado do Circuito das Águas Paulistas, muitos visitantes vão com foco nas compras de malhas, como sugeri para Monte Sião (cidade mineira que faz divisa com Águas de Lindóia).

Vista da cidade de Serra Negra do alto do Pico do Fonseca

Chegando na cidade aproveitamos para visitar alguns pontos turísticos, fomos ao teleférico, uma subida de 1.400 metros em cadeirinhas (dá um frio na barriga) que leva até o alto do Pico do Fonseca, lá uma visão panorâmica e o local onde abriga a estátua do Cristo Redentor. O passeio custa R$16,00 por pessoa e a praça onde fica o teleférico é um encanto, visitamos na época de Natal e estava toda enfeitada, e ali também tem a Casa dos ursos, uma graça de loja de doces e chocolates bem temática, enfeitada e cheia de bichinhos dentro e fora da loja. Site do Teleférico Serra Negra

 

 

Fachada da Disneilândia dos Robôs

Outras opções de passeio é o Museu do Vinho e da Cachaça, o Trenzinho Maria Fumaça e o Macaquinhos Turismo Parque e Pousada. Estes dois últimos acredito ser mais interessantes para famílias com crianças, nós não incluímos estes passeios no nosso roteiro. O Trenzinho passa por alguns pontos turísticos incluindo uma parada nas fontes medicinais Santo Agostinho e Santa Luzia. O Macaquinhos conta com muitas atividades e lazer, paga-se 5 reais para entrar no parque e cada atividade tem é paga a parte. No site você encontra descrição e valores destas atividades.

Não podíamos deixar de passar numa casa inusitada, a qual está ceia de robôs e engenhocas mecanizadas tudo feito de sucata, algo bem diferente: a Disneilândia dos Robôs. Este atração fica na R. Coronel Estevan Franco de Godoy, 314 (perto do teleférico), mais informações no site.

 

 

Restaurante La Terrazza – área externa

Para fechar nossa agradável manhã em Serra Negra paramos para almoçar no Restaurante La Terrazza, uma deliciosa opção de comida italiana em um ambiente refinado e aconchegante cercado de uma bela arquitetura. Fiquei realmente encantada com os sabores e com o atendimento. Foi lá que nos indicaram uma ótima cerveja artesanal da cidade, a Dortmund, a fábrica fica bem próxima dali e já planejamos uma nova parada. O Restaurante La Terraza fica localizado a Rua Nelson Bruschini, 60 – a beira da rodovia que leva para Amparo, cidade que poderá ser a última parada do Circuito. Para os apreciadores de cerveja artesanal indico uma parada na fábrica, visitações podem ser agendadas. O endereço é Rodovia SP 360 Km 144,7 S/N, explore os produtos da Dortmund no site.

Eu me despedi aqui do Circuito das Águas Paulistas apesar de passar por Amparo no retorno optei por por não parar, mas se você ainda quiser aproveitar o restante da tarde terá somente mais 30 minutos de estrada, são 18km até a cidade.

Amparo

Amparo é considerada a capital histórica da região. A cidade tem construções e fazendas da época de ouro do café. O roteiro inclui a visita ao centro da cidade, ao Parque Ecológico Municipal e finalize com um passeio e o café na Fazenda Benedetti, endereço: Rodovia Amparo-Serra Negra, Km 138, s/n, Amparo.

Parecer final!

O final de semana no Circuito das Águas Paulista chegou ao fim. Talvez um fim de semana para visitar todas as cidades e suas atrações seja pouco mas isso não quer dizer que você não possa voltar e se reconectar com mais momentos próximos à natureza. Ainda mais um local tão pertinho para fugir da capital.

Certamente essa experiência já foi o suficiente para nos deixar encantados com o clima tranquilo e as belas paisagens da região. Sem contar o gostinho de aventura e o apego pelos atrações radicais. Vamos voltar ao Circuito das Águas? Conte me se já teve experiências na região e como foi sua viagem, deixe seu comentário!

Siga Turista.Tips nas redes sociais e veja fotos e dicas de viagens

@turista.tips
@turista.tips

Resumo de Viagem

Local: Circuito das Águas Paulistas: Águas de Lindóia, Socorro, Serra Negra e Amparo
Principais Visitações: Parques, centro de cidades do interior, fazendas com atividades ligadas a natureza.  
Parceira de Viagem: Viagem de Casal
Fotografia: Taciana P Rocha
Ponto alto: Tirolesa do Kango Jango e degustação de cachaças no Santo Mé
Ponto baixo: 
Duração: 4 dias
Ano: 2016 (Dezembro)
Se gosta de cachoeiras e passeios em contato com a natureza, visite também os artigos:
Bonito – MS
Foz do Iguaçu – PR
Capitólio – MG
Facebook Comments

Deixe uma resposta