Disney World – Onde sonhos tornam-se realidade!

Transformar sonhos em realidade é a especialidade dos parques Disney, o slogan “Dreams come true” é verdadeiro e basta entrar em apenas um dos parques, o carro chefe do complexo – Magic Kingdom, pra entender isto. 

 Ao longe, quando se avista o imponente Castelo da Cinderela toda a magia Disney que se vê nos filmes parece começar a fazer parte de você. Venha comigo neste post que relembro e escrevo toda a experiência na Disney World e deixo dicas de ouro pra quem vai curtir esta super viagem.
 

 

Iniciei algumas dicas sobre Orlando e os Parques no post “Orlando – Guia prático e dicas de sobrevivência, se você vai fazer este passeio pela primeira vez, recomendo que comece sua leitura por lá.
Já comentei no post anteriormente citado que a Disney World e formada por 6 parques, sendo dois aquáticos, e muitos resorts. A princípio vou deixar algumas dicas básicas (comum a todos os parques) e em seguida vou escrever algumas especificidades, em diferentes post (links no final deste), de cada um dos quatro principais parques: Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom.

Portal de entrada do Walt Disney World – aqui entramos numa área de acesso aos diversos parques e resorts

Placa de localização no estacionamento MK

É difícil imaginar o quão grandiosa é a Disney sem realmente ir até lá. Avenidas largas, grandes áreas verdes e uma complexa rede de transportes, por isso sempre que chegar a um parque primeiro: tenha em mente que você não vai sair sem rumo procurando uma vaga para estacionar seu carro (caso não esteja usando os transportes dos hotéis), há um esquema de estacionamento bem eficiente e sempre com o auxílio de funcionários dos parques, conforme os carros vão chegando param um ao lado do outro sem “pular” vagas; segundo: memorize o seu local de estacionamento, há placas com nomes e números das áreas de estacionamento, e você deverá saber este nomes pra não ficar perdido e também pra saber em qual parada descer dos trenzinhos de auxilio do estacionamentos. Se você acredita que sua memória pode falhar depois de um longo dia, tire uma foto da placa local.

Os horários de funcionamento dos parques variam de acordo com a época do ano, ou da festividade que por ventura venha a ter no mês, então confira com antecedência nos sites Disney na aba “Parks & Tickets” você vai visualizar os horários. O Animal Kingdom é o único que não tem show noturno e fecha mais cedo, geralmente por volta das 17h (então no dia que este estiver na sua programação, pense em acrescentar uma visita ao Downtown Disney ou compras em algum outlet). 

Espetáculo noturno “Wishes”

A mesma questão das variações dos horários acontece para os shows, as chamadas paradas e os shows noturnos, então pra não perder nada chegando a cada um dos parques, logo nas entradas, é possível encontrar folhetos com mapas, que vão te auxiliar a encontrar as atrações e restaurantes e também contém os horários dos shows. Há folhetos em Português, eles são identificados com as bandeiras de diversos países e seus respectivos idiomas. 

 Por falar em idioma, não se deprima caso seu inglês esteja no básico ou um pouco enferrujado, tanto no parques como em qualquer outros locais em Orlando você vai encontrar pessoas que falam o português ou que pelo menos, tentam um “portunhol”. Nos parques, se necessário, procure por funcionários identificados com um broche da bandeira do Brasil junto à placa de identificação pessoal na roupa. 
Evite filas e ganhe tempo! Evite filas comprando ingressos com antecedência (veja mais dicas no post sobre Orlando), quando possível faça reserva nos restaurantes mais concorridos dos parques (site Disney) ou opte por restaurantes com lanches rápidos, use o “FastPass”. Até o inicio deste ano, 2014, os FastPass eram retirados em máquinas em frente as atrações, onde você inseria seu ingresso normal e recebia um ingresso extra com o horário para retornar e usar a atração escolhida.

Agora você poderá usar o FastPass fazendo um plano de uso das atrações através de um aplicativo baixado pro seu celular ou através do site Disney. Tudo através do “My Disney Experience”. Como planejar? Primeiramente é necessário ter ou criar uma conta Disney, eu já tinha a minha então só precisei logar, Depois, na sessão “MyDisneyExperience”, logado, começa um processo que envolve: escolher se está ou não hospedado em um Resort Disney (mas qualquer um pode ter seu FastPass – hospede ou não, a diferença é que o hospede tem uma antecedência maior para fazer seus planos). Escolher se você irá com mais pessoas se você irá fazer seu plano junto com alguém na sua conta porque a pessoa é criança ou não tem uma conta Disney, planeje para todos juntos pois evita desencontros.

Leitores de ingressos/ pulseiras – entrada MK

Caso você vá se hospedar no complexo e já estiver com sua reserva feita o site vai “amarrar” os nomes dos hospedes à conta e você poderá marcar os fastpass de todos do seu grupo de uma única vez selecionando cada um, ou escolher atrações diferentes pra cada um. E também você já receberá no seu check in uma pulseira que servira para abrir a porta de seu quarto, entrar nos parques passar pelo fastpass e até pagar suas contas se desejar, num simples toque (encostar) nos dispositivos. Depois de seus planos marcados é só consulta-los no site ou no aplicativo para celular, é possível editar se necessário. Agora, é aproveitar suas férias e as atrações!

Em passeios como estes sempre ficamos vislumbrados e queremos “clicar” todos os bons momentos e tudo o que chama a atenção. A câmara fotográfica certamente será inseparável nesta viagem mas vale lembrar que dentro das atrações não é permitido tirar fotos. Algumas atrações tem suas próprias imagens que você poderá adquirir ao final do passeio nas lojas. Em alguns pontos dos parques, principalmente nos momentos de encontrar os personagens, há fotógrafos do parque que te entregam um cartão no qual através do número identifica sua foto para você adquiri-la depois. O mesmo cartão pode ser usado em diversos pontos, é só você entregar ao fotógrafo antes. Ou se estiver usando a pulseira, ela será seu identificador. Os valores das fotos variam de acordo com a quantidade e a mídia. O fato de aceitar tirar a foto, pegar o cartão ou registrar na sua pulseira não te obriga a pagar ou adquirir nada. Algumas destas fotos você poderá ver também pelo site Disney, inserindo os números dos cartões/pulseiras na sua conta. E ainda, estando com sua própria câmera fotográfica você pode pedir aos auxiliares que tirem sua foto, eles fazem de bom grado.

Facebook Comments

Deixe uma resposta