Os melhores Gelatos Italiano

Não vamos discutir que a Itália é a terra dos gelatos, não importa qual cidade você está visitando, qual rua está andando, certamente você ira se deparar com uma gelateria por perto e pode parar para tomar um gelato tranquilamente, pois a probabilidade dele ser saborosíssimo é muito grande.

Os gelatos são um atrativo a parte na Itália seja você fã, ou não, desta sobremesa refrescante. E neste artigo trago uma lista dos melhores gelatos que experimentei por lá. Sendo assim, aqui você vai encontrar dicas dos melhores gelatos da Itália na opinião de uma Turista (a minha) e de seu marido viciado em sorvetes e afins.

Venha conferir!

Uma viagem a Itália não pode deixar de lado no planejamento uma bela e caprichada lista de lugares para visitar quando o quesito é gastronomia. Quem já visitou o país sempre comenta que retornou com uns quilinhos a mais e isso não acontece exclusivamente por ser o país em referência em massas frescas e artesanais.

 

O prêmio de melhor gelato do mundo é conferido para uma gelateria italiana, na cidade de San Gimignano e claro que tive que ir lá pra conferir!

A cidade de San Gimignano fica na Toscana. Com mais de cem mil anos de idade a cidade é famosa não somente pelas suas torres medievais mas também por ter a Gelateria que venceu 2 vezes a Copa do Mundo de Gelato – Gelato World Champion –  que acontece a cada 2 anos. A grande Campeão Sorveteria Dondoli fica na Piazza dela Cisterna, 4 (no coração da cidade velha de San Gimignano).

As filas na frente da Gelateria Dondoli são constantes e ocupam parte da praça mas vale a espera. Porém há controvérsias se esse é mesmo o melhor gelato de todos pois bem ali, na mesma praça, tem uma forte concorrente.

 

 

 

 

Menos divulgada (pelo menos pelos sites brasileiros de viagem) mas com tanta qualidade quanto a primeira a Gelateria dell’ Olmo, fica também na Piazza dela Cisterna, 34, e na minha humilde opnião, o gelato estava ainda mais saboroso. Claro que também tivemos que experimentar os dois e que enfrentamos duas filas.

 

Segue link das duas gelaterias para outras informações: DondoliDell’Olmo.

Ainda andando pela Toscana, agora no Vale D’Orcia paramos na encantadora cidade de Pienza, e ali encontramos o Fredo – il gelato artigianale (observo que não é a mesma da rede que conhecemos no Brasil, Freddo). Uma simples portinha na Via Dogali, 1, esquina com a Corso Il Rossellino que é a rua central da cidade medieval de Pienza. Pequena gelateria que esconde lá dentro grandes sabores. Nós super aprovamos!

Voltando para a cidade grande na Toscana, Florença. Há muitas gelaterias renomadas mas a que curtimos mais apesar da grande fila foi a Gelaterie La Carraia, na Piazza Nazario Sauro, 25/r. Junto ao Rio Arno muitas pessoas pegam seus gelatos e assentam-se na mureta da ponte Alla Carraia. É um clima bem legal pra apreciar seu gelato. Se precisar de mais informações desta gelateria visite o site.

Mais próximo a parte comercial de Florença, entre a Piazza della Repubblica e a Cattedrale de Santa Maria del Fiore, tem a loja Venchi Cioccolato e Gelato. Aqui além dos gelatos você também encontrará chocolates finos e uma grande variedade de barras de chocolates, diga-se de passagem tudo maravilhoso. Recomendo muito uma visita, mais informações de Venchi no site. Há outros endereços desta loja que é uma rede, inclusive repetimos o gelato no aeroporto de Roma.

Por falar em Roma, foi exatamente aqui que encontramos o nosso favorito entre todos os gelatos. Sim! Nosso favorito em toda viagem pela Itália. Frigidarium – Gelateria Artigianale tem gelatos super cremosos e leves, apesar de sempre movimentado não enfrentamos fila. A gelateria Frigidarium fica na Via del Governo Vecchio, 112, (e aqui o site para mais informações) a uns 500 metros da Ponte Sant’Angelo (que corta o Rio Tibre em direção ao Castelo Sant’Angelo) e a menos de 300 metros da Piazza Navona.

E foi justamente na Piazza Navona que encontramos (pela segunda ou terceira vez na viagem) outro saboroso gelato que ficamos fãs e repetimos várias vezes, por ser bom e fácil de encontrar pois trata-se de uma rede de gelateria. Grom é bem conhecida, durante a viagem nós a  encontramos em estações de trem, próximos a pontos turísticos, como o caso desta na Piazza Navona e até mesmo fora da Itália. E o interessante da Grom gelateria é que ela oferece de forma rápida outras opções como picolés, frappes, affogato e até biscoitinhos e petit four para acompanhar os gelatos. Veja no site quanta coisa boa!

 

Outra rede que indico muito é a Amorino – Gelato al Naturale. Além de bom é belo, primeiro você como com os olhos admirando a obra de arte que lhe é servida, sempre os gelatos são moldados em pétalas formando uma flor. Quanto mais sabores você escolher mais colorida será sua flor, a quantidade de sabores não são limitadas, escolha quantos você quiser. Eu prefiro não exagerar na mistura para saborear melhor por isso minhas “flores” ficam monocromáticas. Veja as belezas e delícias da Amorino no site e onde encontrar lojas, eu as vi em vários lugares mas realmente desfrutamos desta rede em Paris.

Uma desagradável notícia é que em Veneza, tirando a gelateria Grom que encontramos na estação Di Venezia Santa Lucia não nos impressionamos com nenhuma outra a ponto de indica-lá.

O grande diferencial de todas estas gelaterias é usar matéria-prima de qualidade, muitas presam pelo orgânico, sem corantes e aromatizantes. Eis o que faz esta sobremesa ser tão especial e diferente na Europa.

Dica da Turista –  Apesar de ser apaixonada por frutas, na minha opinião os gelatos são ainda mais especiais quando escolhemos outros sabores além dos tradicionais, há misturas incríveis com especiarias. As calorias a mais valem a pena. Experimente, ouse!

Conte sua experiência com gelatos e outras delicias doces a qual você já se rendeu em uma viagem. De onde você trouxe uns quilinhos a mais sem arrependimento?

Não se esqueça de seguir “Turista.Tips” nas redes sociais e veja por onde estamos andando…

 @turista.tips
 @turista.tips

Resumo de Viagem

Local: Várias cidades pela Itália
Parceira de Viagem: Viagem em família
Fotografia: Taciana P Rocha
Ano: 2017 (Agosto/Setembro)
Facebook Comments

Deixe uma resposta