Niagara Falls e Niagara Parks

As Cataratas do Niágara ou no seu nome original em inglês Niagara Falls é muito mais que um conjunto de quedas d’água ou um simples parque. É uma experiência incrível que envolve natureza, aventura, romantismo, enogastronomica e muito mais!

Horseshoes – Com tanta névoa produzida pela queda d’água que é quase impossível ver o contorno da “ferradura”

Venha comigo e este artigo ver a maravilhosa Niagara Falls, caminhar pela encantadora cidades Niagara-on-the-Lake e descobrir vinícolas . Não vai faltar coisas incríveis para fazer nesta viagem!

Famosa pela sua beleza, já foi um dos pontos turísticos mais populares da América do Norte, Niágara é também uma fonte valiosa de energia hidrelétrica. Une duas cidades vizinhas e dois países, temos de um lado Niagara Falls, Ontario – Canadá – e de outro Niagara Falls, Nova Iorque – Estados Unidos. Os passeios oferecidos pelas duas cidades que exploram as cataratas são bem parecidos.

Na ocasião exploramos o lado Canadense. Para visitar a Horseshoes (nome dado a queda principal das Cataratas que o formato lembra uma ferradura de cavalos) não é necessário ingresso, todos tem acesso ao Niagara Park assim como o Queen Victoria Park que possui vários jardins e plataformas para observação, de onde pode se ter uma espetacular vista das Cataratas. Ou até mesmo pode-se observar a grandeza do local em pontos da cidade de Niagara Falls, como por exemplo do Skylon Tower.

Acesso livre ao Niagara Parks

Os ingressos são para passeios específicos, como o barco que se aproxima das quedas (Hornblower Niagara Cruises), ou tuneis que levam até a parte de trás da queda e pode-se sentir, ouvir e ver toda a pressão da água (Jorney Behind the Falls) e outros tão interessantes onde se aproveita cada pedacinho das Cataratas.

Por falar em ingressos, estes podem ser comprados separados ou em combos e eu conto um pouco desta vantagem no artigo sobre o Canadá, dê uma conferida. E conheça um pouco sobre os passeios.

No WeGo aproveitando o passeio

Para começar, se você adquiriu o ingresso/ combo do “Adventure Pass” poderá utilizar o WEGO, o meio de transporte do Niagara Park, as atrações não são próximas umas das outras, este ônibus tem paradas em alguns hotéis e estacionamentos do parque e pode-se utilizar de forma ilimitada dentro dos dias do seu pacote. Locais de paradas do WEGO, horários trajetos das linhas podem ser consultados no site: WEGO Ride to Fun 

Chegando ao Table Rock – Centro de Visitantes

Table Rock, vista para a parte de cima do Horseshoe, sensação de chuva com o vapor

Para os passeios no Niagara Parks primeiramente é necessário dirigir-se ao Table Rock Centre, é onde está o centro de visitantes e você pegara seus ingressos, que é um crachá que permite o acesso a todas as atrações as quais escolheu e ao ônibus. Local muito bem organizado com funcionários simpáticos que irão ajudar você a planear o roteiro dos passeios de acordo com os horários pois alguns tem horários certos com maior ou menor frequência. Ali no centro já acessamos a primeira atração, a única mais distante das águas das cataratas.

Vista do Centro de Visitantes de Niagara Parks

Niagara’s Fury

Prontos para a primeira aventura!

Aqui vamos conhecer um pouco sobre a formação das Cataratas numa experiência 4D em 360 graus num teatro multi sensorial. A atração é para toda família, não quero contar os detalhes para você se surpreender mas parece atrações dos parques temáticos de Orlando. Um “spoiler”, usamos capas de chuvas!

Apesar de parecer uma atração simples perto da grandiosidade das demais, acredito que vale a pena participar, além das informações que você receberá sobre as Cataratas também irá se divertir.

Journey Behind the Falls

Embora não seja excepcionalmente alta as Cataratas do Niágara são largas, o que as tornando a mais volumosa queda d’ água localizada na América do Norte. E para estar no “coração” desta queda e ver e sentir tudo de pertinho descemos o equivalente a 13 andares e ficamos no deck de observação. Andando por túneis de 130 anos para acessar o deck já começamos a sentir uma vibração estrondosa causada pela força da queda. Ficar um pouco molhado faz parte do passeio e não se esqueça de explorar os túneis que levam para de trás dos véus de água.

 

Tuneis de 130 anos que nos levam por trás das quedas, é impossível conversar com os amigos por causa da vibração e barulho das quedas

MistRider Zipline to the Falls

Está atração ainda não estava em funcionamento quando visitamos Niagara Parks mas estava em fase de implementação, na imagem pode-se observar os cabos já instalados. Sendo assim não tive a oportunidade de fazer esse passeio que provavelmente é de tirar o fôlego. Uma descida pelo desfiladeiro em direção a base do Horseshoe Falls canadense. Bom, é pra quem tem coragem, e espero que você, colega viajante, vá e nos conte aqui sua experiência!

Hornblower Niagara Cruises

Plataforma do lado canadense de onde sai o Catamarã Hornblower

Sem dúvida uma experiência única e incrível! Você irá se molhar um pouco mas vou dizer, vale a pena. Mesmo com as capas de chuva não há como sair seco deste passeio de barco que te leva o mais próximo possível das cataratas. Não é necessário recomendar ou descrever mais sobre esse passeio, é obrigatório!

 

 

 

 

 

 

 

 

Antes de irmos para a próxima atração aproveitamos para visitar um pouco do que podemos chamar de centro da cidade de Niagara Falls e fazer um lanche, estávamos perto de uma das principais ruas de acesso a cidade e fizemos paradas no Hard Rock Cafe, na loja da Hershey na bela praça “Oakes Garden“. A cidade parece que saiu de um filme, algumas coisas são bem exageradas, e como se estivesse dentro de um parque de diversão, com monstro saindo do telhado do Burguer King, Dinossauros enorme ao lado da calçada perto de um mini golf, enfim, coisas diferentes pra atrair o turista. Neste local também fica uma roda gigante que também tornou-se um bom observatório para as cataratas. Foi uma visita rápida pois pretendíamos voltar a noite após o show de fogos do Niagara Park.

Daqui para as duas próximas atração usamos o ônibus WEGO.

Uma das paradas do ônibus

Mais um belo ponto de observação das Cataratas

 

 

 

 

 

 

White Walter Walk

Hora de fazer uma caminhada assistindo o espetáculo das águas. Este passeio é autoguiado, descemos alguns andares por um elevador, após seguir por um túnel, nos deparamos as margens e no nível do Rio Niágara onde caminhamos bem próximo as suas águas.

Caminhamos por trilhas que contam fatos e histórias sobre a geologia local, a vida animal e vegetal que podemos observar nas visitas por todo o parque. A beira do rio, temos acesso a algumas plataformas que nos deixam observar o poder da natureza. Podemos perceber o perigo da força das águas em alguns pontos com mais intensidade, mas a caminhada é segura, e adorei a experiência.

Mais uma carona no WeGo e fomos para a nossa próxima parada (que foi a última do primeiro dia)

Whirlpool Aero Car

Um teleférico que permite uma visão 360 graus permitindo uma vista incrível do redemoinho Niagara whirlpool  e as corredeiras de classe 6 do Rio Niagara. Atravessando de um lado a outro sobre o rio no cotovelo do fluxo deste.
Por curiosidade, apesar dos cabos estarem presos de um ponto a outro na costa canadense, durante um passeio o teleférico e seus passageiros atravessam quatro vezes por viagem a linha internacional entre Canadá e Estados Unidos devido a forma do rio.
Floral Clock

Parte dos Jardins do Floral Clock

Em direção da cidade de Niagara-on-the-Lake seguindo bem mais a frente das demais atrações pela Niagara Parkway, está o Relógio Floral (Floral Clock) e ao lado o Jardim Botânico (Botanical Gardens). O famoso Floral Clock é formado por desenhos utilizando-se plantas e estes desenhos são alterados duas vezes ao ano. As flores que cobrem o relógio são cuidadas pelo pessoal de horticultura de Niagaras Parks. Utilize o WEGO para acesso ao Floral Clock e ao Botanical Gardens.

Uma dica extra, quer ver outro relógio floral? Minha linda cidade de Poços de Caldas (MG) também tem um belo relógio floral.
Botanical Gardens

Os Jardins Botânico do parque foi fundado em 1936, com 40 hectares de lindos e bem cuidados jardins. A plantações sensoriais, ervas, vegetais e um rosedário mundialmente famoso com mais de 2.400 rosas. Certamente, não conseguimos andar por todo o Botanical Gardens mas exploramos muitas áreas e procuramos visitar os lugares de maior interesse como o jardim das rosas. É fácil encontrar as áreas pois é tudo muito bem sinalizado.

Butterfly Conservatory

Localizado dentro do espaço do Botanical Gardens porém com ingresso diferente, é um passeio autoguiado. Como o combo escolhido por nós não contemplava o acesso Butterfly Conservatory decidimos por não visita-lo apesar de adorar um borboletário(pode-se comprar ingresso avulso).  Segundo o site do Niagara Park aqui é um paraíso tropical, com vegetação exuberante cachoeiras e claro, as atrações principal, milhares de borboletas vibrantes. São mais de 2.00 borboletas, sendo compostas por 45 espécies diferentes.

Floral Showcase

Está atração fica em sentindo contrário das últimas atrações descrevidas, ela fica próxima ao Table Rock Centre, um pouco antes, ao sul da Niagara Falls. Aqui, uma estufa, pode-se apreciar coleções de orquídeas, suculentas e muitas outras espécies de plantas tropicais. As exibições mudam conforme as estações do ano, são oito diferentes shows ao todo num ano.

Mais e mais em Niagara Falls

Ah, também há shows de fogos noturno alguns dias na semana e em determinadas épocas do ano,  no Niagara Parks, consulte no site na época de sua visita. o Show pode ser visto de vários pontos na cidade inclusive no Table Rock e não é necessário ingresso, é só chegar e apreciar o lindo espetáculo de fogos e cores que iluminam as cataratas.

Como eu contei antes, deixamos a noite para explorar mais o centro da cidade de Niagaras Falls. Optamos por não nos hospedar nesta região, gostaria de ficar na doce Niagara-on-the-Lake que é mais ao norte e mais distante, ou ali mesmo em Niagara Falls, porém longe da badalação. Não encontrei muitas opções de hospedagem naquela pois reservei bem próximo da viagem então fiquei com a segunda opção, alugamos uma casa numa vizinhança muito amigável, extremamente residencial, em um bairro ao sul das cataratas a apenas 5 minutos de carro. A noite fomos assistir o Show de fogos e conhecer a Skylon Tower e o Cassino Niagara e outras atrações da cidade.

Falls Incline Railway é uma espécie de elevador panorâmico inclinado, como a cidade fica numa colina este “elevador” facilita a ida e volta para as cataratas e a região do Niagara Park. Se caso você se hospedar nesta parte alta, uma boa dica é comprar um pacote de ingressos do Falls incline Railway. Ele é pago e pode-se comprar maior número de tíquetes com desconto prograssivo.

No terceiro dia em Niagara visitamos Niagara-on-the-lake, fizemos uma parada em uma vinícola para visitação e almoço e outras paradas ainda em Niagara park porém mais ao norte, a caminho para o destino. Recomendo estas pequenas paradas que contarei em seguida.

Ten Thousand Buddhas Sarira Stupa

Este local na verdade fica bem em frente a entrada para a atração White Walk Water então pode se fazer uma parada rápida em um ao ir no outro. É um centro budista aberto ao público. Tem lindas construções e peças temáticas. Eu particularmente adoros lugares assim, se sentir-se a vontade adentre, descase os sapatos e faça uma meditação!

 

 

Sir Adam Beck –  Generating Station

Aqui é realmente uma “paradinha” para apreciar as grandes construções. É possível ver parte da hidrelétrica e a barragem da usina a partir de um mirante na estrada – Niagara Parkway (

Mirante – The Niagara Scarpment

 

Uma belíssima vista para a continuidade do Rio Niágara e neste ponto com águas um pouco mais calmas que se estendem cortando a região de Ontário por mais de 700 km. Já na cidade de Niagara-on-the-lake, parada seguinte foi na vinícola Peller Estates Winery & Restaurant, uma ótima experiência que conto em outro artigo.

Essas foram as principais atrações que nós curtimos oferecidas pelo Niagara Park, ainda a mais coisas a se fazer na região, aproveite o Canadá e conte a nós!

Niagara Parks

Niagara Park

 

 

 

 

 
 
 

 Em Niagara ficamos hospedados numa casa de temporada alugada pelo Airbnb. O site é super seguro e confiável, ganhe créditos na sua primeira reserva usando o meu link e assim você também me ajuda a ganhar desconto nas minhas próximas reservas.

  

Resumo de Viagem

Local: Niagara Falls – Região de Ontário – Canadá
Principais Visitações: Cataratas, atrações do Niagara Parks como passeio de barco, teleférico, caminhadas próximas ao corredeiras.
Parceira de Viagem: Entre amigos
Fotografia: Taciana P Rocha
Ponto alto: Passeio de barco, Hornblower Niagara Cruises, é simplesmente incrível  sentir de perto a força das águas. E o Show de fogos noturno também foi sensacional.
Ponto baixo: a parte central da cidade Niagara Falls pretende oferecer muito mas na verdade é decepcionante, na minha opinião. Anda mais se comparada a Niagara-on-the-Lake.
Duração: 3 dias
Ano: 2016 (Setembro)

 

Veja nossas experiências no Canadá:
Visite também o artigo: Canadá – Visão geral de uma viagem incrível

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta